Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2008

Tragédia

Especial que era, nasceu sabendo que viveria por um curto período. Era parte de sua condição.
Outra certeza que tinha, dessa vez por própria convicção, era que encerraria aquela vida de forma trágica e sofrida e, por isso, se esforçava ao máximo para evitar a dor e postergar o fim.
Evitou as ruas movimentadas fugindo de um atropelamento, mas evitou as ruas calmas pela visão da solidão. Fugiu do rio com medo de se afogar e da ponte, que apontava o impacto da queda. Não ficava ao Sol para não se queimar mas também não queria a chuva. Acima de tudo, evitava amar para não precisar sofrer.

Certa noite, enquanto dormia aninhado em sua cama, como fora previsto, a morte o levou de forma mais trágica possível.

Morreu sem ter vivido.

Romeu e Julieta.

Essa "história" é a música Romeo and Juliet do Dire Straits e que foi regravada pelo The Killers. Na minha opinião é uma das música mais bonitas que existe.

Um Romeu apaixonado canta na rua uma serenata.
Presenteando a todos com uma canção de amor que ele mesmo fez.
Encontra uma rua iluminada e pára na sombra.
Diz algo como, "você e eu garota, como seria?"

Julieta diz: ei Romeu você quase me deu um ataque do coração.
Ele está em baixo da janela ela está cantando "Agora, meu namorado está de volta".
Você não deveria vir aqui cantar alto desse jeito, em todo caso o que você fará a respeito?

Julieta os dados foram jogados desde o começo e eu apostei e você explodiu em meu coração, e eu esqueci a canção do filme. Quando você vai se dar conta que apenas o tempo estava errado, Julieta?

Vamos em ruas diferentes eles foram ambos nas ruas da vergonha, ambos sujos ambos meio afim e o sonhos eram os mesmos, e eu sonhei seu sonho por você, e agora o sonho é real. Como você po…